Cartas- Taro Inicio

Para a maioria das pessoas, a "leitura de tarô" está associada àquela mulher com roupas esvoaçantes e inclinada sobre uma pequena mesa em uma sala a luz de velas, prevendo o inevitável destino.

Mas, o tarô não é isso. Na verdade, ele nem tem a intenção de contar o destino ou o futuro.

 

  • Então o que é Leitura de taro? o que significa?

Neste 'pequeno' post estaremos viajando pelos mais receiosos mundo do taro,

será algo extremamente divetido.

1

Tipos de leitura

Há dois tipos diferentes de leitura de tarô: as leituras através de pergunta ou as abertas.

Leitura usando perguntas

Em leituras através de pergunta, faz-se uma pergunta específica. O tarô não dá respostas "sim" e "não". Muitos dizem que também não deve ser usado para tomar decisões, mas como um guia para ajudar na tomada de decisão, por isso, é muito importante a maneira como a pergunta é feita. De acordo com Joan Bunning, taróloga e instrutora de tarô, as perguntas devem:

  • manter suas opções abertas: se você tem a resposta antes da leitura, não estará permitindo que as cartas guiem sua decisão de um modo geral. Bunning dá o seguinte exemplo: ao perguntar como poderia convencer sua sogra a se mudar, em oposição a como se dar melhor com ela, limitam-se as possibilidades da verdadeira pergunta respondendo antes mesmo de começar;
  • encontrar o melhor nível de detalhamento: a pergunta deve ter um foco, mas não deve ser detalhada em excesso. Em vez de olhar para um aspecto particular do problema, ache uma maneira de olhá-lo de maneira mais geral. Por exemplo, no lugar de perguntar como fazer sua vida doméstica menos caótica, pergunte como equilibrar melhor os horários das crianças e os dos adultos. Essa é uma questão com um foco. Mas não vá muito longe perguntando como você pode coordenar os horários de escoteiro, futebol e basebol e ainda ter tempo para a família: isso é detalhe demais! Apenas inclua o mínimo de detalhes necessários para expressar o que você quer saber das cartas;
  • focar em você mesmo: se a leitura é para você mesmo, certifique-se de que a pergunta foca em você em vez de outra pessoa que julgue ser a causa do seu problema. Por exemplo, perguntar por que o seu filho está usando drogas é manter o foco nele, não em você. Perguntar qual o seu papel na decisão do seu filho de usar drogas traz o foco da pergunta de volta a você;
  • permanecer imparcial: para permanecer aberto em relação a outros pontos de vista, sua pergunta tem de ser imparcial e não tender a uma idéia preconcebida de que a sua visão é a correta. As cartas podem dar orientação se você pedir. Por exemplo, perguntar por que você faz mais trabalhos domésticos que o seu cônjuge não é imparcial; perguntar como pode ter mais cooperação dele em relação ao serviço da casa é imparcial;
  • ser positivo: certifique-se de fazer a pergunta de maneira positiva e não negativa. Em vez de perguntar por que um evento específico não aconteceu, pergunte o que pode fazer para torná-lo realidade.

 

Leituras Abertas

Leituras abertas destinam-se a aspectos mais gerais da sua vida, e não uma pergunta ou problema específico. São, geralmente, realizadas quando se entra em uma nova fase da vida, como casamento, conclusão da faculdade ou início de uma família. De certa maneira, pode-se direcionar a leitura caso você tenha uma área geral a ser tratada, como carreira ou saúde, mas isso tanto específico quanto direcionado.

2

O baralho e a seqüência das cartas

baralho 

Há muitas variedades de baralhos de tarô e não há um número padrão de cartas. Enquanto os tipos de cartas, os naipes e seus significados são os mesmos, as ilustrações variam muito. Os baralhos são baseados em diversos temas, como natureza, animais, fantasia, dragões, etc. O baralho mais comum nos Estados Unidos é o Rider-Waite, criado em 1909 por A.E. Waite, um membro importante do grupo místico  Ordem Hermética do Amanhecer Dourado - Hermetic Order of the Golden Dawn (em inglês), e publicado pela Rider and Company. A artista foi Pamela Colman Smith. Esse baralho de 78 cartas foi o único nos Estados Unidos durante muitos anos, por isso é considerado o baralho de tarô "definitivo" nesse país. De acordo com O Eremita: um site da história do tarô (em inglês), porém, não há um baralho "definitivo".

O baralho de tarô é constituído por Arcanos Menores e Arcanos Maiores. Assim como as cartas de jogos, os Arcanos Menores do baralho de tarô incluem quatro naipes. Em vez de espadas, copas, ouros e paus, os naipes podem ser chamados de:

  • bastões
  • gládios
  • taças
  • moedas
Cada naipe tem seu significado considerando uma abordagem específica da vida. As cartas desses naipes são numeradas de 1 a 10 e também incluem as cartas reais rei, rainha, cavaleiro e valete. As cartas Arcanos Menores representam o que é menor, os altos e baixos diários da vida.

 

Os Arcanos Menores


As Cartas dos arcanos Menores; às de bastões, gladios, tacas e moedas.

 

Os Arcanos Maiores não estão associados aos naipes, eles incluem os desenhos que representam princípios, conceitos e ideais. São numerados de 1 a 21, com a 22ª carta ("O Bobo") marcada como zero. As cartas dos Arcanos Maiores representam a forte energia a longo prazo ou grandes eventos em algumas áreas da vida.

 

Os Arcanos Maiores


As cartas dos Arcanos Maiores: a temperança, a morte, o bobo e o enforcado

 

Observar uma carta dos Arcanos Maiores sobre um assunto em particular, em uma leitura, e pegar uma carta dos Arcanos Menores sobre o mesmo assunto, na leitura seguinte, significaria que esse assunto está se tornando menos importante em sua vida. 

A seqüência de cartas
Antes de começar a leitura, as cartas são embaralhadas pela própria pessoa. Alguns dizem que isso transfere a energia da pessoa para o baralho. Essa pessoa também deve se concentrar na pergunta ou assunto para o qual quer orientação, enquanto embaralha as cartas. Em alguns círculos tradicionais, são realizadas uma escolha e uma separação mais elaboradas (veja a Ordem Hermética do Amanhecer Dourado - Hermetic Order of the Golden Dawn (em inglês)- versão para website.

Depois de embaralhadas e cortadas, as cartas são dispostas sobre a mesa, seguindo um padrão chamado seqüência. Cada posição tem um significado. Há muitos tipos diferentes de seqüência, variando das com uma só carta àquelas que incluem todas as 78. Qual seqüência usar depende de quem vai ler e do tipo específico de pergunta ou leitura. Algumas delas concentram-se mais em um tipo específico de informação. Por exemplo, uma seqüência pode focar mais em assuntos emocionais, enquanto uma outra pode levar a mais informações sobre as influências dos outros. Uma das seqüências mais comuns é a Cruz Celta:

 

Cruz Celta

Seqüência de tarô da Cruz Celta

 

Outras seqüências incluem:

 

Horóscopo



A seqüência do Horóscopo

 

 

Passado Presente Futuro


A seqüência do Passado Presente Futuro

 

Five Card



A seqüência por Cinco

 

 

Pentagrama


A seqüência do Pentagrama

 

Há muitas outras seqüências para a leitura das cartas de tarô, e o tarólogo ainda pode inventar a sua própria.

Abaixo, usando a seqüência da Cruz Celta como exemplo, pode-se perceber que há uma ordem para a colocação das cartas e que a posição de cada uma tem um significado. Cada posição pode ter diferentes significados, tudo depende de para quem você pergunta. Esse conjunto de significados vem deCura e tarô dos caminhos dos anjos . Os significados das cartas (veja Cartas individuais de tarô , e a seção seguinte) são associados aos significados das posições. Além disso, as combinações de cartas ou pares de cartas também influenciam os significados.

 

A ordem e a leitura da sequência da Cruz Celta

 

No Próximo artigo, veremos uma leitura para mostrar como os significados das cartas podem ser associados às posições e aos pares para se chegar a uma interpretação.