Dicas para arrumar um bom Emprego

Para estar bem, necessitamos satisfazer nossos desejos, e nossos pensamentos, e a maior parte desse processo lida com negócios, dinheiro, EMPREGO.

Para fazer uma acadêmia, precisa de tempo, dinheiro.

Para fazer yoga, precisa de tempo, dinheiro.

Para satisfazer os prazeres alimenticios, vestimenta, precisa de dinheiro.

Mais e se sou desempregado, como posso estar bem?

 

Aqui vão algums dicas - Veja!

 

Dicas do que não fazer em uma entrevista de emprego!!!

-----Chegar Atrasado ------

Chegar atrasado diz uma coisa sobre si: incapacidade de organização! E além disso também pode sugerir que não será capaz de ser pontual no trabalho.

Prepare-se. Obtenha indicações exatas para o local da entrevista. Se puder, vá até ao local no dia anterior na hora marcada da entrevista para prever o tempo que demora a chegar. Depois de estimar o tempo, acrescente pelo menos 20 minutos a mais para qualquer acidente que possa acontecer.

O que fazer? Se perceber que vai chegar atrasado, ligue para a pessoa que o vai entrevistar e avise que não será possivel chegar no horario marcado. Explique a situação e peça desculpas sinceras, demonstrando a sua disponibilidade para remarcar a entrevista para uma hora ou dia.

------Ser mal educado------

Se não for capaz de tratar todos com igual respeito isto só significará que não será capaz de trabalhar num ambiente civilizado e manter um bom ambiente no trabalho.

O que fazer? Trate todas as pessoas com respeito e consideração desde o porteiro até ao administrador da empresa.

------Não saber nada sobre a empresa------

Se não souber nada sobre a empresa dará a impressão de ser uma pessoa pouco aplicada e de ter pouco interesse na empresa.

O que fazer? Prepare-se, veja o website da empresa na Internet, veja e analise os seus produtos, as filiais, a filosofia de trabalho, e reveja bem quais são as características exigidas para conseguir o trabalho.

------Ser exagerado------

Por mais que queira demonstrar ser o mais adequado para o cargo que está a ser entrevistado, se o empregador perceber que você está sendo exagerarado ou que não está dizendo a verdade, a sua credibilidade irá por água a baixo.

O que fazer? Seja honesto sobre seus feitos profissionais e certifique-se de garantir os devidos créditos aos membros da equipe com a qual trabalhou.

------Começar perguntando o salário------

É um grande motivo de desconfiança para os entrevistadores caso reparem que só está concorrendo a vaga apenas pelo dinheiro.

O que fazer? O salário é um assunto quase sempre delicado, mantenha-se flexível: primeiro deixe a entrevista decorrer e só depois é que deve perguntar sobre o salário. Só negocie o salário se lhe for proposto o cargo, de outra forma não o faça.

------Dizer mal da empresa ou patrão anterior------

Criticar a empresa ou patrão anterior é um NÃO! Nunca caia no erro de fazer isto, pois só significará que não é capaz de ser leal e apenas capaz de dizer mal. Para além disso as pessoas das empresas, especialmente se estiverem no mesmo ramo, conhecem-se.

O que fazer? Se o empregador lhe perguntar sobre o motivo pelo qual decidiu abandonar o emprego anterior ou sobre coisas negativas acerca da empresa anterior, tome alguma responsabilidade acerca da sua saída da empresa, nem que seja porque necessitava de algo mais motivador, e seja sempre o mais breve e positivo possível.

------Ser emocional------

Uma entrevista não é um local ou momento para demonstrar os seus sentimentos. Deve ser o mais sereno e calmo possível. Se ficar irritado ou triste, quem lhe estiver a fazer a entrevista poderá pensar que não será capaz de lidar com a pressão do trabalho.

O que fazer? Mantenha-se firme, acalme-se e saiba que não há necessidade de ficar preoucupado.

------Falar demais sobre si mesmo------

A entrevista é sobre você, mas não pode parecer o centro das atenções. Não exagere a falar sobre a sua pessoa.

O que fazer? Pratique a entrevista com um amigo ou com alguém que trabalhe na área dos recursos humanos e treine a entrevista com ele, no final peça-lhe uma opinião honesta sobre como correu. Mantenha as suas respostas concisas e informativas. No final da entrevista se notar que precisa de acrescentar algo peça para fazer um pequeno parêntesis e seja conciso acerca do que pretende acrescentar sobre você.

------Considerar-se perfeito------

Quase todas as entrevistas têm a famosa questão: “Quais são os seus pontos fracos?”, nunca caia no erro de dizer que não os tem ou que nunca pensou nisso. Um bom profissional é honesto e auto consciente de si.

O que fazer? Seja honesto, autocrítico, no entanto, mostre como tem mudado os seus pontos fracos ao longo do tempo.

------Mostrar desespero------

Mostrar desespero ou muita ansiedade pode arruinar as suas possibilidades de conseguir o emprego. Se você parecer desesperado na entrevista, o entrevistador poderá considerar que o seu desespero está acima das suas capacidades profissionais.

O que fazer? Depois de terem passado cerca de 5 dias ligue ao entrevistador para agradecer a oportunidade e se notou que a entrevista não correu muito bem, aproveite o momento para concisamente adicionar alguns fatores que deveria ter dito durante a entrevista.

--------Cansou? Vá tomar um café e volte logo------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Continuação

Roupas inadequadas, português ruim e postura desleixada eliminam o candidato da seleção!!!

"Detalhes simples, como a maneira de se expressar e de se vestir, podem garantir ou eliminar as chances de contratação do candidato mesmo que ele tenha um currículo invejável" 

 

1-CabelosErros: fios bagunçados, com cores exóticas ou cortes radicais. "Se você tiver o cabelo cor-de-rosa pink, por exemplo, ou um topete gigantesco, mas estiver muito bem penteado, pode até passar, mas não é a melhor maneira de comparecer a entrevista", explica Maria Estela. 

Acerto: cabelos curtos e bem penteados em cores discretas. "o ideal é exibir um penteado e um corte que não chamem muito a atenção". "Cuidados com aparência não tem a ver com estilo, e sim com higiene e educação. Mesmo com um visual mais radical, é possível se mostrar com discrição e seriedade".



2-UnhasErros: grandes demais, sujas e com aparência de relaxo. "Suas unhas sinalizam o cuidado que você tem consigo mesmo. Se não estiverem limpas ou o esmalte estiver descascado, deixam a impressão de que você não está tão preocupado com a entrevista", explica Maria Estela. 

Para a psicóloga Thais Soares e analista de Rh do Grupo Seres, a aparência das unhas são um quesito ainda mais importante, dependendo da função que o candidato irá ocupar. "Se a vaga é para um auxiliar de produção ou de cozinha, a exigência é inquestionável", explica.

Acertos: unhas limpas e bem cortadas. O esmalte deve ter tons discretos, sem serem vibrantes, e jamais deve estar borrado ou descascando.



3- Guarda-roupaErros: vestir decotes, roupas curtas e justas, cores extravagantes, camisas e ternos muito amassados ou sujos. ?Em ambiente de trabalho, uma roupa mais sensual pode chamar mais a atenção do que a competência do candidato e isso pode trazer falatório e problemas futuros?

"Enquanto roupas sujas e amassadas deixam a impressão de relaxo.? E, quando o assunto são as cores, é melhor não exagerar. Se por um lado dão mais leveza a pessoa, quando são alegres e vibrantes, por outro, podem tirar a seriedade da ocasião"

O uso do traje social nem sempre é necessário, principalmente se a vaga não fizer esta exigência. "Cada vaga exige um perfil e o candidato tem que estar de acordo com ela, porém, você pode usar um esporte chique ou só o esporte, sem parecer relaxado".

Acertos: opte por peças discretas, sociais, confortáveis e com tons neutros. "Fique atento ao aspecto visual da roupa e deixe tudo passado e limpo para não causar má impressão", diz Thais. Os sapatos também são foco. Eles devem estar limpos, preservados e não serem chamativos. Mulheres, deixem os saltos altos e finos em casa.



4- Tatuagens e piercingsErros: deixá-los `a mostra sem nenhum tipo de cuidado com a imagem que se deseja passar na entrevista: "Não podemos exigir que o candidato tenha o estilo careta, mas não dá para chegar na entrevista com um piercing superextravagante".

Acertos: Retire os piercings que estejam em lugares muito evidentes (boca, nariz, língua) e que não sejam discretos, além de cobrir partes do corpo tatuadas, que podem que comprometer sua aparência?



5- A conversaErros: evite os extremos. Tagarelice ou timidez em excesso não são bem-vindas. "Em geral, pessoas que falam demais querem tentar provar para si mesmas que são capazes do que estão afirmando. Já quem fala de menos, pode deixar de passar alguma informação importante e decisiva para a contratação”. 

Acertos: encontre o equilíbrio. "O certo é responder o que te perguntam de forma clara e objetiva, salientando como pode contribuir para a empresa. Divagar sobre si próprio ou falar somente o básico pode prejudicar seu desempenho".
Os empregadores estão cada vez mais rigorosos e cautelosos em suas escolhas



6-Detalhes da vagaErros: muitos candidatos, por necessidade ou ansiedade, questionam o entrevistador sobre salário e benefícios logo no início da conversa. "Quando o candidato vai direto ao ponto parece que ele não está interessado na oportunidade ou em ser um bom profissional, mas somente nos valores". 

Acertos: aguarde o entrevistador abrir os detalhes da vaga. Se não ficar claro, pergunte. "O candidato pode e deve perguntar sobre a vaga e isso até demonstra interesse pela vaga e pela empresa, porém, as perguntas devem soar como dúvidas e, em momentos oportunos, e não podem, em hipótese alguma, parecer cobranças”.



7- Assassinando a gramáticaErros: quando se está à procura de um emprego, é preciso dedicação. Não dá para ir à entrevista sem se preparar: "Cada vaga exige um perfil, mas é importante mostrar-se bem informado e disposto a aprender. Erros banais de língua portuguesa e falta de disposição são decisivos na hora da contratação”.

Acertos: "o candidato precisa se adaptar a vaga que procura. Hoje em dia, o nível de instrução exigido é muito maior. O ideal é se informar sobre conhecimentos gerais e sobre o ramo da empresa. Além disso, assumir quando não sabe algo, mas mostrando interesse em aprender, é uma característica positiva".



8- Flagrado na mentiraErros: jamais minta no seu currículo ou na entrevista sobre suas qualificações. "Muitas empresas colocam o candidato em teste prático logo na hora da dinâmica".

Acertos: exponha qualificações que você terá como comprovar, se for contratado. Faça sua apresentação de forma clara, convencendo o entrevistador de que você é o melhor candidato para a vaga.



9-Postura desleixadaErros: postura desengonçada, ombros caídos, voz trêmula, cotovelos na mesa, olhar disperso e mãos no rosto, em posição de tédio. "O candidato deve mostrar-se sempre confiante. Ficar corcunda, falando baixinho e com cara de medo não dá emprego para ninguém".

Acertos: passe segurança para que o entrevistador visualize você na função da vaga. "Mantenha a postura ereta e firme, voz em tom natural e braços soltos, olhando sempre para o entrevistador".



10-AtrasosErros: não chegar na hora combinada para a entrevista denota falta de dedicação e comprometimento com a ocasião. "Imprevistos acontecem, mas o entrevistado deve ser avisado".

Acertos: compareça com 15 minutos, ao menos, de antecedência e informe-se se está no lugar certo. Isso evitará transtornos e nervosismo na hora da entrevista.

 

 

Linguagem corporal na hora da entrevista

Braços cruzados – Essa atitude revela descontentamento e falta de conexão com o outro. Em outras palavras, fecha o canal de comunicação entre você e o recrutador – e isso vale também para pernas e mãos.

Segurar bolsa ou caneta – Qualquer objeto que você estiver segurando durante a entrevista estará servindo como um “amuleto da sorte”, o que, para o selecionador, irá demonstrar insegurança.

Olhar para baixo – Não olhar nos olhos do entrevistador é o erro mais freqüente dos candidatos. Deixar de encará-lo pode revelar medo e falta de confiança.

Sentar-se na beirada da cadeira – Indica desconforto e vontade de ir embora o mais rápido possível. Não é a impressão que você deseja passar para o empregador, certo?

Mexer braços e pernas em demasia – É uma resposta natural do corpo quando se está nervoso e ansioso. Evite, também, “tiques” e “cacuetes”, como passar a mão a toda hora no cabelo. Por outro lado, ficar totalmente estático não é a melhor opção. Você é um produto que tem vida.

Outras dicas importantes;

Sente-se no encosto da cadeira e incline-se um pouco para frente – Você se sentirá automaticamente mais seguro e relaxado. Inclinar-se para frente irá demonstrar ao selecionador uma atitude positiva com o momento

Repouse os braços no apoio da cadeira – Isso evitará que você cometa os erros descritos acima. Se a cadeira não possuir apoio, é só pousar as mãos sobre as pernas – sem cruzar os braços, claro.

Olhe nos olhos do entrevistador – Ao encará-lo de frente, você transmitirá confiança e criará empatia. Outra dica é movimentar a cabeça e a sobrancelha de forma a mostrar que você está entusiasmado com a conversa.

Sintonia de movimentos – Procure sincronizar seus gestos e movimentos com os do selecionador – esta técnica, denominada “rapport”, ajuda a criar maior sinergia e envolvimento com o outro

Antes da entrevista;
Se você for tímido e estiver muito ansioso para a entrevista, procure se alongar momentos antes de conversar com o recrutador. “Se não estiver se sentindo confortável, vá ao banheiro e faça um alongamento”, diz Priscila. Controlar a respiração também é um ótimo recurso para ficar mais relaxado.

Depois da entrevista;
É imprescindível que, ao cumprimentar o entrevistador, você dê um aperto de mão firme e confiante. A dica aqui é, ao final da conversa, apertar a mão ainda com mais firmeza – sem machucá-lo, é claro. Isso irá demonstrar que você sentiu confiança na entrevista.

 

Elson Dion


Gostou?, Compartilhe e ajude outras pessoas.